terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Mário Soares e a Bandeira Nacional



Soares nem no tempo de Salazar viu um Governo tão odiado, nem tanta fome

Mário Soares afirmou na noite desta terça-feira que nunca houve em Portugal um Governo tão odiado e humilhado como o de Passos Coelho. “Nem no tempo de Salazar”, afirmou o antigo Presidente da República. E nem no tempo de Salazar viu tanta fome no país, acrescentou.
Numa entrevista à TVI24, o antigo presidente da República voltou a defender que  “é preciso mudar de política.” “Se o Governo não muda de política é necessário mudar de Governo.”
Ler mais: http://www.publico.pt/politica/noticia/soares-nem-no-tempo-de-salazar-viu-um-governo-tao-odiado-nem-tanta-fome-1577054

Já por diversas vezes aqui vim defender a ideia de que o Sr. Dr. Mário Soares deveria abster-se de mais comentários políticos e recolher-se ao seu retiro dourado.

Mas uma vez mais ele resolve sair a terreiro e deitar faladura quando seria mais sensato permanecer quedo e mudo no seu feudo para não abrir as suas arcas encoiradas.

Por se revestir de um carácter eminentemente grave, transcrevo, com a devida vénia, uma postagem do advogado Dr. José Maria Martins no seu blogue

http://josemariamartins.blogspot.pt/2006/08/mrio-soares-e-bandeira-nacional.html


TERÇA-FEIRA, AGOSTO 22, 2006


Mário Soares e a Bandeira Nacional

Muitas vezes já se disse que Mário Soares terá pisado a bandeira nacional, na manifestação em Londres, em 1973, contra a visita de Marcelo Caetano ao Reino Unido.

Não tenho provas que Mário Soares terá pisado a Bandeira Nacional.

Pisado no sentido literal do termo, ou seja, posto os pés em cima.

No entanto, não há dúvida alguma que, na manifestração de protesto, 01 de Julho de 1973, milhares de pessoas concentraram-se junto à Embaixada de Portugal em Londres.


Mário Soares figurava no cortejo. no qual se queimaram bandeiras de Portugal no mesmo cortejo onde flutuava uma bandeira do "Portuguese Socialist Party".

Ou seja:

1 - Mário Soares estava a manifestar-se num cortejo onde foram queimadas bandeiras nacionais portuguesas;
2 - Nunca ouvi Mário Soares dizer que se opôs a que fossem queimadas bandeiras portuguesas;
3 - Mário Soares quis ser deputado à Assembleia Nacional em 1969;
4 - A Bandeira Nacional, e A Portuguesa, começaram por ser um símbolo do Movimento Republicano Portruguês, em 1910;
5 - Depois por Decreto da Assembleia Nacional Constituinte, de 11 de Junho de 1911, a Bandeira e A Portuguesa, passaram a ser símbolos nacionais.
5- Centenas de milhares de portuguses juraram dar a própria vida, perante a Bandeira Nacional ;
6 - A Bandeira Nacional é um símbolo da soberania da República, da independência, da unidade e da integralidade de Portugal.
7 - A Bandeira não era em 1973 o símbolo da União Nacional, ou seja do Partido de Marcello Caetano.

Para além de ser de mau tom que alguém sendo Português integre um cortejo ,ou manifestação, onde são queimados símbolos portugueses, é manifesto que Màrio Soares nunca poderia ter assistido impávido a tal ofensa a Portugal.

A História tem de se debruçar sobre tudo isto. E julgar.




Comentários para quê? Está tudo dito.


Bom Carnaval! Até amanhã!

2 comentários:

Darlan Machado disse...

Boa noite Senhor Jorge.

Como poderia entrar em contato com o Senhor?

Obrigado.

Darlan Machado

Jorge Bastos Malheiro disse...

Bom dia, Sr. Darlan Machado. Pode contactar-me deixando um comentário.
Cumprimentos